Ações em situações de catástrofe
 
MISSÃO

Agir, em caso de calamidades públicas, guerras, terremotos em favor de todas as vítimas, tanto civis como militares.

Contribuir para a prevenção de doenças, programas que beneficiam à comunidade nacional em contexto transcultural, internacional para a melhoria da saúde e alívio do sofrimento.

Organizar, recrutar, selecionar, treinar, incentivar e divulgar os princípios humanitários a fim de desenvolver na Igreja Presbiteriana do Brasil os ideais pressupostos bíblicos para a ajuda da comunidades mundiais para o restabelecimento da dignidade humana entre os povos.

 

RECURSOS HUMANOS

As necessidades profissionais poderão ser basicamente nas seguintes áreas: Médicos, dentistas, agrônomos, engenheiros, fisioterapeutas, pastores, pedreiros, carpinteiros.

Os participantes deverão ter motivação elo trabalho, qualificação, experiência, disponibilidade, flexibilidade na adaptação local como também no trabalho em equipe, equilíbrio emocional para se envolver em situações de calamidades e estar em boas condições físicas.

 

RECURSOS MATERIAIS

Os materiais usados serão conforme a necessidade e realidade de cada região onde a equipe irá atuar.

A APMT juntamente com os esforços dos voluntários, irão buscar contribuições para equipagem das áreas de carência.

 

RECURSOS FINANCEIROS 

Os voluntários não serão remunerados.

As suas despesas de viagem poderão serem cobertas por eles mesmos ou através de ofertas específicas de pessoas ou igrejas.

 

POLÍTICA DE PESSOAL

Todas as pessoas que irão participar desse projeto deverão submeter-se a normas e liderança da APMT e das organizações parceiras.

As pessoas que poderão participar deverão ser membros ativos da Igreja Presbiteriana do Brasil, tendo a recomendação por escrito do pastor, conselho ou presbitério.

Todos os participantes deverão ter a atitude de humanidade, imparcialidade, neutralidade, voluntariado e unidade na visão.

 

PARCERIAS

A APMT poderá firmar acordos de curto prazo com instituições eu não firam os princípios denominacionais.

 

PRAZO

O serviço prestado na localidade da emergência deverá será entre 15 a 30 dias.

 

BENEFICIÁRIOS 
  • A comunidade assistida pelos voluntários.
  • A Igreja Presbiteriana do Brasil. A visão aumentará a interação entre igreja, missionários, voluntários, comunidade internacional.
  • Aumentará o número de missionários em campos transculturais.