Central de Noticias

Catástrofes naturais atingem o Peru e faz vitimas fatais


 

Fortes chuvas, e catástrofes naturais provocadas por "El Niño", atingm Peru. Segundos fontes oficiais já foram registrados 63 mortes, 550 mil pessoas afetadas pelo fenómeno e 115 mil casas destruídas. Há falta de água e alimento.

Os missionários Augusto Liza e sua esposa Marta, que estão indo para plantar uma igreja na cidade de Huancayo, ficaram por alguns dias em Lima para realizar algumas gestões, quando foram surpreendidos pelos temporais que também destruiu estradas deixando cidades ilhadas.

Veja as informações enviadas pelo casal:

“Os huaycos, lamaçal provocado pelas fortes chuvas, se unem aos rios invadindo bairros e estradas, de forma que não se sabe o que é estrada, rua ou rio. Tudo vira uma grande corrente de lodo, água e destroços. “Há muitas pessoas desabrigadas, desaparecidas e ilhadas nos bairros, ruas e nas estradas. A situação está bem feia na serra peruana e na Carreteira Central, a estrada que liga Lima ao Centro da serra peruana.

As viagens estão suspensas por tempo indeterminado. Sendo assim, estamos ‘presos’ aqui em Lima, mas estamos estamos bem.

Lima está entrando em colapso como consequência dos huaycos. Em muitos bairros há a falta d'água, e as famílias fazem filas nas praças para receberem água para banho e cozinha.  Nos supermercados a água desapareceu das prateleiras e há falta de alimentos, pois a produção agrícola vem dá serra. O preço da batata e outros produtos agrícolas já subiu muito hoje. A água mineral começa a ser muito procurada e estocada por todos, causando problemas de abastecimento deste item nos supermercados, restaurantes, lanchonetes e bares. Vários restaurantes e shoppings hoje fecharam por falta de água. Mas apesar das circunstâncias, sabemos que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável e estamos gratos a Deus por estarmos em segurança e não estarmos ilhados ou presos na estrada, como muitos estão.

Pedimos as sua orações pelo povo peruano diante desta catástrofe e pelas inúmeras vítimas que sofrem a devastação produzida pelos huaycos”.

Rev. Augusto e Marta Liza


Ore pelo pais e as pessoas afetadas.

 

 

Comentários